terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Meia Volta no UY 6º e ultimo dia

Pois bem! As razões que levaram a decisão da "Volta no Uruguai" virar "Meia Volta no Uruguai" foram as seguintes:
- Eu não conhecia nada sobre as estradas do leste uruguaio, nem mesmo o pouco que conhecia as do oeste e temia que fossem estradas em mau estado de conservação.
- Em contra-partida tinha certeza que a "Ruta 5" pela qual retornamos, que liga Montevidéu a Rivera é uma excelente rodovia.
- Temia que o carro que era 1.0 desse problema e nos deixasse empenhados, pois era nossa primeira viagem com ele (que nada, aguentou tranquilo e não deu galho em nenhum momento da viagem).
- Não iríamos passar pelos Departamentos do centro do país, os quais tantas vezes tinha ouvido falar.
- Como não conhecemos o leste uruguaio, era uma oportunidade de planejarmos uma nova viagem com esse objetivo, já que tinhamos adquirido experiência suficiente para outra jornada.

Enfim! No 6º dia acordamos em Florida e agora sem pressa, já que não precisávamos procurar caminhos, pois para retornar para casa era praticmente uma reta de 400 Km, fomos para praça central tomar chimarrão antes de partir.

Praça em Florida - Departamento de Florida UY

Seguindo em frente rodamos mais 85 Km até a cidade de Durazno, agora já no Departamento de Durazno, passamos pelo centro da cidade, que não se mostrava muito diferente das pitorescas cidades do interior, exceto por ser muito arborizada, com muitos Platamos que cobriam as calçadas com suas folhas decíduas. Não ficamos muito e nosso próximo destino foi a cidade de Paso de los Toros agora no Departamento de Tacuarembó, onde fomos surpreendidos por uma imponente estátua de um touro na entrada da cidade. Paso de los Toros é muito conhecida, pois lá é fabricada a água tônica mais famosa do país, assim como uma diversidade de refrescos que trazem o nome da cidade no rótulo.

Paso de los Toros - Departamento de Tacuarembó / UY

Rodamos pelo camping municipal e depois descobrimos a Represa Hidrelétrica Dr. Gabriel Terra a poucos quilômetros do centro da cidade, onde em uma área permitida fizemos o nosso próprio almoço, e onde pude batizar minhas linhas de pesca nas águas do tão famoso para os pescadores "Rio Negro".

Almoço próximo a hidrelétrica em Paso de los Toros (ao fundo Rio Negro).

Seguindo viagem passamos direto pela cidade de Tacuarembó, pois em outra oportunidade já haviamos conhecido e em breve em futuras postagens contarei mais, não só da cidade como também sobre diversos lugares do Departamento.

Com mais 100 Km cheganos em casa, cansados, porém com a alma lavada, digamos revigorados. Percorremos 2.220 Km e passamos por quatorze dos dezenove Departamentos do Uruguai.
Toda essa jornada (com certeza a primeira de muitas) nos fez refletir o tão importante para nós foi estarmos nesses lugares, todos surpreendentes, marcantes, inesquecíveis...
Realmente com a proteção e a graça de DEUS foi uma experiência incrivel para nossas vidas.






2220 QUILÔMETROS PERCORRIDOS, 14 DEPARTAMENTOS VISITADOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 




TEXTO: Valfredo Neves.
EM VERMELHO: Cidades e vilarejos no Uruguai.



FOTOS: Valfredo Neves. 






domingo, 5 de dezembro de 2010

CERRO DE PALOMAS

A aproximadamente 20 Km de Santana do Livramento pela BR 158, existe mais uma bela obra esculpida e moldada pela mãe natureza, estou falando do Cerro de Palomas. Ele é uma referência não apenas como ponto turístico, mas também como um marco imponente que saúda os visitantes que procuram Livramento para uma infinidade de atividades como descanso, compras, aventura, etc. Da mesma forma o santanense que retorna a sua terra querida, ao passar pelo cerro, é preenchido com um sentimento que eu descreveria como se fosse um abraço de boas vindas de Santana do Livramento.

Visão do Cerro Palomas pela BR158 (sentido Lvto - Rosário).


Cerro Palomas à 20Km de Santana do Livramento.

O Cerro de Palomas é um ótimo lugar para prática do eco-turismo, apesar de estar em terras particulares é permitido o acesso ao seu cume. Uma estrada leva ao topo, mas nem sempre se encontra em condições trafegáveis.

Porteira de acesso ao Cerro (deve ficar sempre fechada porque é criado rebanho de bovinos no local).

Todo entorno do seu topo que é plano, é circundado por uma formação rochosa (característica dos chamados Cerros Chatos da região) que em determinados pontos ultrapassam os 20m de altura, ideal para atividades como rapel e escalada.

Cerro de Palomas - Santana do Livramento RS


Sua formação rochosa em alguns pontos ultrapassam os 20m.


Visão do Cerro pela estrada de terra lateral.

Lá em cima existem duas antenas, uma de uma operadora de telefonia, a outra que ficou muito tempo desativada agora está equipada com aparelhos que distribuem sinais de televisão e internet. Uma empresa prestava serviço de vigilância no local, porém como término do contrato os vigilantes foram substituídos por outras formas de segurança e aparelhos de monitoramento.

Antena no Cerro.

Com uma vista privilegiada é possível admirar as planícies da campanha gaúcha, vinhedos e os carros que passam pela BR 158, que lá de cima parecem ser miniaturas.

Vista do Cerro - Campanha gaúcha.


Vista do Cerro - Estrada de acesso e ao fundo vinhedos.


Vista do Cerro - BR 158.


Cerro de Palomas - Santana do Livramento - RS.




CERRO PALOMAS, ESCULPIDO PELA MÃE NATUREZA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



COORDENADAS: 30° 49' 29.46" S - 55° 20' 59.23" O.



TEXTO: Valfredo Neves.



FOTOS: Valfredo Neves.



Veja mais sobre a Geologia do Cerro de Palomas e sobre Paleontologia nas proximidades em: