terça-feira, 24 de janeiro de 2017

PIEDRA PINTADA - Uruguai

Certa vez encontrei uma imagem na internet de um menino em uma formação rochosa no Uruguai, fiquei impressionado, mas não consegui mais nada a não ser a própria foto, pois não havia nenhuma descrição, nem nome nem localização, nada. Navegando pelo Google Earth pela fronteira Brasil - Uruguai, dei a sorte de encontrar imagens e com isso a localização dessa peculiar formação rochosa a qual me deixou muito curioso e com vontade de a conhecer pessoalmente.

"Piedra Pintada" - Departamento de Artigas / Uruguai.

A formação chama-se "Piedra Pintada" e é uma das principais atrações turísticas natural do Departamento de Artigas no norte do Uruguai.

Não tivemos dificuldade em encontrar, pois já estivemos algumas vezes na cidade uruguaia de Artigas, capital departamental de mesmo nome, a qual faz fronteira com o município brasileiro de Quaraí. 

Partimos de Santana do Livramento em direção à Quaraí pela BR 293, são 107 quilômetros, que passam por parques eólicos¹ e até uma Área de Proteção Ambiental a APA do Ibirapuitã (a qual abordaremos em uma postagem exclusiva). Chegando em Quaraí passamos a ponte e entramos em território uruguaio. Agora pela a Ruta 30, pra quem sai de Artigas, são aproximadamente 17 quilômetros de asfalto e entrando à esquerda, mais 8 de estrada de terra até o "Parque Congreso de Abril" onde está localizada a "Piedra Pintada".

Placas indicam a aproximação do parque.


Portaria do Parque "Congreso de Abril" - Artigas / UY.

Na entrada do parque paga-se ingresso para o acesso, porém por não ser temporada ainda, não estavam cobrando. Na placa uma decepção, não é permitido a entrada com animais de estimação (já fica a dica). Tínhamos vindo de tão longe e agora essa?! Decidimos ficar numa sombra próximos à portaria, até que eu fizesse os registros fotográficos, e assim foi, sem maiores problemas! 

Lino e Bela "en la Piedra Pintada".


Eobixopegando na "Piedra Pintada"!

É compreensível a restrição de animais de estimação, pois o parque é bastante movimentado e também funciona como reserva ecológica abrigando em cativeiro animais da fauna regional.

A esquerda da portaria uma grande área coberta com churrasqueiras móveis.


Entrada do Parque.

O calor era impressionante, me apressei em pegar minha câmera e conferir de perto a curiosa formação. De longe dava para avistá-la, o que me impressionou mais que o calor. Ignorando a presença humana em minha volta trassei uma linha reta e me aproximava lentamente sem desviar o olhar, como um predador ao avistar sua presa. 

"Piedra Pintada".


"Piedra Pintada" - Artigas.

A Pedra Pintada é uma peculiar formação de arenito, a qual é considerada uma curiosidade geológica. A superfície do solo de Artigas consiste em grande parte por pedras vulcânicas, daí sua cor escura, com tons de manchas verdes e brancas avermelhadas.

"La Piedra Pintada" - UY.

Pesquisando para tentar explicar a origem dessa incrível formação, não consegui publicações referentes a trabalhos científicos específicos para usar como fonte. O assunto sobre formações rochosas e tipos de rochas é de uma amplitude inimaginável, acredito eu que, somente alguém com formação acadêmica poderia através de um longo trabalho cientifico explicar como se formaria isoladamente em um terreno plano de verdes pastos uma formação geológica desse tipo. 

Pedra Pintada - Uruguai.

Porém achei interessante uma teoria sobre "afloramentos rochosos" (será referenciada no final da postagem) que fala:
Um fator que pode estar associado ao processo de formação de afloramentos rochosos é o tectonismo. Esse fenômeno provoca alterações no relevo que podem ser consideradas "rápidas" ou "abruptas" sob o ponto de vista do tempo geológico, ou seja, em uma escala de poucos milhares de anos. Vale lembrar, contudo, que processos endógenos e exógenos podem ocorrer de maneira associada no processo de formação dos afloramentos, como podemos ver no esquema sequencial a seguir.

Esquema explicativo simplificado da formação dos afloramentos por tectonismo e erosão.


Piedra Pintada - Artigas / Uruguay.

Algumas publicações trazem a informação que essa formação seria a única na região. Não, se considerarmos que talvez a aproximadamente 100 Km, no departamento vizinho, encontramos uma formação similar em Rivera chamada "Piedra Furada", menor, mas com as mesmas características (falaremos sobre ela em uma postagem exclusiva).

A Pedra Pintada possui 19 metros de altura por 76 metros de circunferência. Atualmente, devido a um trabalho de preservação, é proibido escalar ou subir na pedra, que em muitos anos sofreu  com o impacto causado pelos visitantes. Pegadas formam degraus no arenito desgastado pela subida em um dos lados e dezenas de nomes e apelidos foram escritos desgastando a rocha, o que hoje é estritamente proibido. Um dos nomes escritos na pedra que chamam a atenção é de uma pessoa chamada L.Villar que trás a data de 1883.

Pedra Pintada - Não subir para preservar!

O parque é bem extenso, possui uma área de 12 hectares, com sombra farta e uma boa infraestrutura para receber os visitantes, inclusive com uma ampla área de Camping. 

Área de Camping do parque.


Camping do parque "Congreso de Abril" - Artigas.


Área de recreação infantil.


"La Piedra Pintada - Uruguay".

O parque possui 3 grandes piscinas que são disponibilizadas conforme o número de visitantes. O acesso já está incluído no valor do ingresso no parque.

Primeira piscina, bem próxima à pedra.


Piedra Pintada, um lugar incrível!

Quando a primeira piscina atinge um número máximo de banhistas é liberada a segunda piscina e assim para terceira.

Algumas exigências são impostas para os banhistas como por exemplo duchar-se antes de entrar na piscina, não comer, não beber e usar roupas adequadas para banho.

Segunda piscina do parque "Congreso de Abril".


Instruções para o uso das piscinas.

Para complementar a relação da infraestrutura disponível no parque como as já citadas: estacionamento, área de Camping, área de recreação infantil, churrasqueiras, piscinas, sombra em abundância, o parque conta também com banheiros, lancheria e um Zoo.

Banheiros e lancheria.


Outra restrição é de não jogar bola na área de circulação de pessoas como mostra a sinalização.


Grandes e limpos gramados.

A terceira piscina  talvez seja a maior delas, fica próxima à entrada do parque, quem entra à esquerda, funciona também como cartão de visita, se levarmos em conta o ditado popular que diz que "a primeira impressão é a que fica". Canos nas bordas ligados a uma pressão maior funcionam como chafariz e a embelezam mais ainda. 

A terceira piscina do parque.


Piscina no parque "Congreso de Abril" - Artigas / UY.


Canos nas bordas funcionam como chafariz.

No parque também há uma Reserva Ecológica de Fauna e Flora, onde se encontram espécies autóctones, algumas ameaçadas de extinção como o Puma (Puma concolor), que vem a ser o simbolo máximo da reserva.

Reserva Ecológica do Parque "Congreso de Abril".


Reserva Ecológica em Artigas / UY.

Na Reserva Ecológica há várias espécies como lebres, coelhos, marrecos, ratão do banhado, zorro, coati, corujas, e muitas outras... Todas bem cuidadas, na sombra e com seus ambientes limpos com placas de identificação e outras divulgando lugares de origem.

Algumas aves da reserva.


Coati.

Mas a atração mesmo fica por conta do Puma (Puma concolor). Sua nomenclatura varia conforme a região, onça-parda, leão baio ou suçuarana.

É um mamífero da família Felidae, nativo do continente americano. É um animal solitário e apresenta hábitos de vida noturno. Porém, embora mais raramente, durante o dia também costuma caçar.

O animal adulto pesa entre 45 e 70 Kg. É um animal carnívoro e se alimenta de aves, mamíferos medianos e roedores de pequeno porte.

Em seu habitat natural e preservado, os animais dessa espécie vivem, em média 20 anos.

Em nossa região está em extinção. Um dos principais problemas é que com a invasão do homem  no que antes era habitat natural do Puma, para atividades de agricultura e pecuária, tornou-se mais escasso e difícil a caça, levando o Puma a atacar ovinos e bezerros em propriedades particulares. O conflito entre homem e felino se tornou inevitável e levou o "Leão Baio" a procurar lugares de mata mais densa e com maior altitude (Esse mesmo motivo levou o Tigre da Tazmania a estinção na Austrália).

Puma ou Leão Baio (Puma concolor).


Reserva Ecológica em Artigas / Uruguai.

O lugar é incrível e cheio de atrações, a Pedra, as piscinas, o Puma. O passeio foi legal, voltaremos outra vez sem os cães, para aproveitar melhor. Provas de ciclismo em eventos oportunos tem a largada do parque que mais uma vez recomendo para agradáveis dias de lazer.

Lino e Bela - Dog Adventures em Artigas / UY.



PIEDRA PINTADA - MAIS QUE UMA CURIOSIDADE GEOLÓGICA !!!!!!!!!!!!!!!




COORDENADAS GOOGLE EARTH - 30º30'40.65"S - 56º22'42.55"O.




TEXTO: Valfredo Neves.
FONTES - Wikipédia; viageauruguay.com; todouruguay.net; suapesquisa.com; 

EM AMARELO - Artigo sobre Afloramentos Rochosos, publicado por Rodolfo F. Alves Pena e disponível em: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/afloramentos-rochosos.htm 




FOTOS: Valfredo Neves.



PARQUE EÓLICO¹:




VEJA MAIS SOBRE O LEÃO BAIO EM:


HORÁRIO PARA VISITAÇÃO À RESERVA ECOLÓGICA DO PARQUE "CONGRESO DE ABRIL":




2 comentários:

  1. Maravillosa descripción del lugar. Parabens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias Querido!!!!!
      Seu comentário nos enche de felicidade e nos motiva ainda mais em prosseguir em nosso projeto...

      Um Grande Abraço!!!!!!!!!

      Excluir

Deixe seu Comentário!!!!!!!