sábado, 28 de maio de 2016

SANTA ANA - Missões.

A visita ao Sítio Arqueológico Santa Maria La Mayor¹ despertou nossa curiosidade e aumentou nossa fome cultural. Agora estamos em Santa Ana uma pequena cidade com pouco mais de 5.000 habitantes localizada no Departamento de Candelária na Província de Misiones, Argentina.

Através de informações chegamos ao Sítio Arqueológico que fica aproximadamente dois quilômetros da entrada da cidade.

A Missão Jesuítica Guarani de Santa Ana foi declarada:
  • Monumento e Lugar Histórico Provincial - 1969.
  • Monumento Histórico Nacional - 1983.
  • Patrimônio da Humanidade - 1984.
Missão Jesuítica Guarani de Santa Ana.

Visitei Santa Ana sozinho, pois não é permitido o acesso de cães no interior do sítio (sempre viajamos com os nossos 2 dacshund), o engraçado é que passei por uns quatro correndo livres no interior do sítio, mas tudo bem, regras são regras.

Não me foi cobrado o ingresso, pois Santa Ana faz parte do "Programa Misiones Jesuiticas" onde você paga um ingresso que lhe da o direito de entrar uma vez em cada um dos quatro Sítios Arqueológicos do programa, válido por um período de 15 dias, é só mostrar o boleto (no caso, pagamos em Santa Maria La Mayor¹).

Os Sítios Arqueológicos argentinos do "Programa Misiones Jesuiticas" foram declarados pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade no ano de 1984, são eles:
  • Santa Maria La Mayor.
  • Santa Ana.
  • Nuestra Senhora de Loreto.
  • San Ignácio Míni.


Entrada do Sítio Arqueológico de Santa Ana.

Apesar da frustração de não estarmos todos juntos por causa da restrição aos cães, fui muito bem atendido no centro de visitantes, o que mesmo optando por fazer a visita auto-guiado recebi uma aula de história antes de acessar o incrível Sítio Arqueológico.

Reparei que existe um padrão no que se refere aos Sítios do programa como as dependências dos Centros de Visitantes e as sinalizações na entrada do Sítio. mas que também há peculiaridades que cada Sítio desenvolve individualmente como por exemplo as maquetes e placas explicativas no interior do Sítio.

Maquete da Redução Jesuítica de Santa Ana.


Centro de Visitantes da Redução de Santa Ana.

Após a aula de História fui liberado a prosseguir. Do pátio do Centro de Visitantes abre-se um portal para a História, o lugar é fantástico, muito bem cuidado, a grama ralinha realça a limpeza e as ruínas preservadas, o Sítio estava vazio, mesmo assim não estava abandonado, placas explicativas recordavam e complementavam o que fora explicado no início da visita.

Acesso ao Sítio Arqueológico de Santa Ana - Misiones / Argentina.


Mapas mostram os respectivos setores da Redução.
(Atenção para os respectivos setores que serão citados e mostrados no decorrer do texto)

A Redução Jesuítica de Santa Ana teve sua origem longe deste incrível lugar, foi fundada em 1633 pelos padres Pedro Romero e Cristóbal de Mendonza (o mesmo fundador da Redução Jesuítica de São Miguel Arcanjo²), na região do Tape, atual Estado do Rio Grande do Sul no Brasil, próximo a outros povos. 

Pelos constantes ataques dos Bandeirantes Paulistas que vinham "caçar" indígenas para escravizar foi obrigada a mudar-se em 1637. Em 1639 passou para o atual território argentino próximo ao Rio Paraná e em 1660 se estabelece de forma definitiva na atual localização de suas ruínas.

Localização de onde ficavam as casas do índios Guaranis.

No inicio do passeio após a placa com o mapa das localizações, há uma trilha que seria a entrada principal da Redução Jesuítica, essa levará até a praça central, na esquerda e direita dessa trilha ficavam as casas do índios como pode-se visualizar na imagem do mapa, nele representado pelo número "1".

Trilha no inicio do passeio. Na época era o acesso principal da Redução...


...Dos dois lados esquerdo e direito ficavam as casas do índios representados no mapa pelo nº 1.

No final da trilha do acesso principal, antes de se chegar na praça, encontra-se as ruínas de uma das capelas que estavam localizadas na entrada da Redução, a qual era usada como templo de oração da entrada e saída do povoado. Está representada no mapa dos setores pelo nº 9.

Final da Trilha do acesso principal, nº 9.


Ruínas da Capela.


Redução Jesuítica de Santa Ana - Monumento e Lugar Histórico Provincial.
Misiones / Argentina.

Chega-se enfim a grande Praça Central, é padrão em todas as Reduções. Em Santa Ana um amplo gramado bem cuidado e aparado, a esquerda e direita da Praça também ficava localizada as casas dos índios representadas no mapa dos setores pelo nº 1, sendo possível ser visualizado também na imagem da maquete da Redução.

Sendo assim, as casas dos índios estavam localizadas rodeando a Praça em três lados. Eram prédios grandes, compridos, divididos com paredes em cômodos, onde cada uma dessas peças abrigava uma família Guarani. A Redução chegou a ter 4.778 habitantes em 1750.

Atualmente é possível observar parte das paredes feitas de pedra, cobertas até uma certa altura  por montículos de terra. 

O grande gramado da Praça Central nº 5.

A grande Praça (nº 5) mede 140 metros por 159 metros. Era um espaço destinado a vida social, nela eram realizadas cerimonias, festividades, atos cívicos e religiosos.

Nas Ruínas de Santa Ana - Misiones / Argentina.


Redução Jesuítica de Santa Ana - Monumento Histórico Nacional - Argentina.

Ao atravessar a grande Praça me aproximo das ruínas dos prédios principais. Me direciono para esquerda de quem os aborda pela frente e chego às paredes das Oficinas, ou o que restou delas. 

O prédio das Oficinas tinha três lados, tipo um "C" ao contrário, com um pátio no centro. Este por sua vez cercado por galerias e uma série de habitações onde os Guaranis desenvolviam trabalhos dirigidos pelos Padres Jesuítas. Ali eram feitos trabalhos artísticos entre outros, trabalhavam com metais, tinha a oficina para os pintores, havia também uma padaria, em outra armazenavam mel, etc.

As Oficinas estão representadas pelo nº 7 no mapa dos setores.

Ruínas de Santa Ana - Misiones / Argentina.


Paredes das Oficinas - Santa Ana.

As ruínas impressionam, caminho num local à frente delas, como se fosse uma calçada, mais na direita observo um local aberto, com um belo gramado entre as ruínas, trata-se do Patio do Colégio, este media 70 metros de comprimento por 55 metros de largura, no mapa dos setores está representado pelo nº 4.

Caminho calçado à frente das ruínas.


Pátio do Colégio - Redução de Santa Ana.

Essa área do Colégio, bem como seu pátio era acessada por escadarias arredondadas feitas com pedras da região. O Patio do Colégio era rodeado por galerias, no lado sul encontravam-se oito cômodos que pertenciam aos Padres Jesuítas.

Escadarias que levavam ao Colégio e Residência dos Padres (nº 3 no mapa dos setores).


A riqueza da escadaria preservada.


Os detalhes arredondados da escadaria do Colégio impressionam.

Ao lado das instalações do Colégio encontra-se a Igreja. As igrejas eram os prédios principais das reduções jesuíticas, eram o centro da vida religiosa nos povoados. Com uma grande escadaria na frente o prédio majestoso ficava em frente a grande Praça.

Ruínas da Igreja na Redução Jesuítica de Santa Ana.


Ruínas da Igreja - Santa Ana - Misiones / Argentina.

Em Santa Ana confirmava-se mais uma vez, a Igreja era o edifício mais importante e se sobressaía sobre as demais construções, por esse motivo encontrava-se num angulo mais elevado em relação ao nível da Praça.

A Igreja media 22,90 metros de largura por 64 metros de comprimento, tinha três naves separadas por duas fileiras de colunas que ajudavam a sustentar o teto de duas águas coberto com telhas.


Ruínas de Santa Ana - Misiones / Argentina.


Ruínas da Redução Jesuítica de Santa Ana.

Sua arquitetura corresponde ao barroco colonial. Seu interior estava rodeado de pinturas e esculturas, um altar, retábulos e molduras gravadas nas pedras.

A Igreja está representada no mapa dos setores pela nº 6, e também pode ser visualizada na maquete da Redução.

Iglesia - Mision Jesuítica Guarani de Santa Ana.

Do outro lado da Igreja ficava o Cemitério. Na época jesuítica os cemitérios das reduções estavam divididos em quatro setores para sepultarem separados homens, mulheres, meninos e meninas.

Os sacerdotes jesuítas eram sepultados na Igreja. Este cemitério foi utilizado pelos moradores de Santa Ana desde sua fundação até o ano de 1980, ano que é inaugurado outro cemitério na cidade. 

Por ter sido utilizado por longo período não é possível visualizar tumbas da época jesuítica.

Cemitério da Redução de Santa Ana.

Do outro lado do Cemitério está as ruínas do Cotiguaçu, que significa "Casa Grande" ou "Peça Grande" em idioma Guarani, consistia em um patio rodeado de habitações onde albergavam mulheres viúvas, órfãs e idosas que eram mantidas pela comunidade. A principal tarefa que desenvolviam era o tear de lã e algodão.

Ruínas do Cotiguaçu / Está representado pelo nº 8 no mapa dos setores.

Atrás dos prédios principais ficava a Horta da Redução (nº 10), não cheguei a ir até ela, do Cotiguaçu retornei para o acesso principal.

Na Horta da Redução eram cultivadas hortaliças e frutas trazidas da Europa, também várias plantas medicinais e plantas ornamentais da região. Estava rodeada por um muro de pedra que atualmente ainda é possível visualizar algumas partes.

Retornei pelo outro lado da Praça ainda observando ruínas das habitações indígenas. O passeio foi incrível, sozinho no sítio pude explorar sem pressa e fazendo o registro de belas imagens que agora compartilho nesta postagem.

Ruínas das habitações indígenas no outro lado da Praça.


 

Movendo uma só pedra do lugar, se modifica este ambiente para sempre. Desfrute deste patrimônio cultural da humanidade tal como se pode apreciar.

Santa Ana - Patrimônio da Humanidade / UNESCO.


Santa Ana - Patrimonio de la Humanidad.

Não remova nenhum objeto deste lugar, por mais insignificante que possa parecer. Aqui uma pedra, ou um vegetal falam da história que você irá visitar. Não altere o ambiente, não escreva nas pedras, não jogue lixo no Sítio.

Santa Ana - Misiones / Argentina.

Saio dessa experiência enriquecido culturalmente, deixo Santa Ana satisfeito com que me foi apresentado, mas ainda quero mais, sei que tem mais, então partimos para Redução Jesuítica Nuestra Senhora de Loreto, também Patrimônio da Humanidade, o que será compartilhado em uma postagem exclusiva.



SANTA ANA - PATRIMÔNIO MUNDIAL DA HUMANIDADE!!!!!!!!!!!!!!!!!!




COORDENADAS GOOGLE EARTH: 
27º23'17,91"S - 55º34'49,18"O.



TEXTO:
Adaptação - Valfredo Neves.

Fonte - Fôlder Turístico do Programa  Misiones Jesuiticas.



FOTOS: Valfredo Neves.



VEJA TAMBÉM:





2 comentários:

  1. Muito legal o Blog, tenho acompanhado. Tu já foi nas Minas de Corrales?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Fiquei muito feliz com o seu comentário e mais ainda quando se tornou um seguidor!!!!!!
      Sim já estive algumas vezes em Minas de Corrales, gosto muito do lugar, cheira a história, tenho pelo menos mais duas postagens de lá, mas estão na fila... Já postei "Cerro Miriñaque" que fica no caminho... Lugar Incrível!

      Obrigado e comente sempre que quiser!!!!!!!
      Um Forte Abraço!!!!!!!

      Excluir

Deixe seu Comentário!!!!!!!